O3R - Geradores de Ozônio

Aplicação do ozônio em Gases

Aplicação do Ozônio em Gases

A qualidade do ar interior de edificações comerciais ou residenciais pode ser afetada por diversos contaminantes, como moléculas aromáticas, partículas, microrganismos ou qualquer material que possa induzir condições adversas de saúde.

O uso de tecnologia de ozônio pode contribuir para elevar os padrões de qualidade do ar, seja por controle microbiano, seja por oxidar moléculas tóxicas ou de odor. O ozônio é uma alternativa para controle da contaminação ambiental em ambientes que requerem tratamento do ar. Como não gera resíduo, é considerada tecnologia limpa que ajuda a:

Eliminar Odores
Eliminar Odores

Diferentemente dos aromatizadores, o ozônio não encobre ou disfarça os odores, mas é capaz de oxidar os compostos voláteis que geram odores. É muito útil para eliminar – verdadeiramente – o cheiro de cigarro e odores dos animais.

Eliminar mofo e microrganismos
Eliminar mofo e microrganismos

Pela sua capacidade oxidante, o ozônio pode eliminar mofo e bolor, sendo também recomendado para evitar a proliferação de parasitas causadores de alergias, fungos e ácaros. É muito útil na desinfecção de lugares fechados por períodos longos.

Evitar contaminação de dutos e climatizadores
Evitar contaminação de dutos e climatizadores

Evita a acumulação de contaminantes no interior dos dutos e filtros, evitando manutenções desnecessárias.


É importante salientar que a utilização do ozônio deve ser controlada. Os níveis são dimensionados de acordo com o ambiente para evitar excessos que possam ser inalados.